×

Sesab prorroga vacinação contra sarampo para pessoas de 20 a 49 anos

Da Sesab.

 

Atendendo a recomendação do Ministério da Saúde, a Secretaria da Saúde do Estado, por meio do Programa de Imunização, prorrogou até o próximo dia 31 de outubro, a estratégia de vacinação indiscriminada contra o sarampo para a população de 20 a 49 anos de idade. A medida foi adotada tendo em vista que a circulação do vírus do sarampo no Brasil se mantém ativa, com 21 unidades federadas com registro de casos confirmados em 2020 e cinco unidades federadas apresentando casos confirmados da doença nos últimos 90 dias, assim como a existência de um grande número de pessoas ainda suscetíveis por não estarem vacinadas.

Segundo informa a Secretaria de Vigilância em Saúde, existe o risco de dispersão do vírus e o consequente aumento do número de casos da doença em todo o País. Além disso, há uma estimativa de 6,5 milhões de pessoas na referida faixa etária e, até o momento, foram vacinadas aproximadamente 615 mil pessoas, menos de 10% do público alvo.

A coordenadora do Programa Estadual de Imunização, Vânia Rebouças, enfatiza que o contexto atual de pandemia do Covid-19 não favorece a busca da população pelos serviços de vacinação, “situação que requer avaliação criteriosa das estratégias que estão sendo adotadas nesse momento, e possível redefinição dessas, para viabilizar a captação desse grupo populacional”. Ela recomenda que diante desse cenário, os municípios devem implementar estratégias eficazes para garantia das metas preconizadas, atendendo ao público alvo, em conformidade com as medidas para a redução de risco de transmissão do Coronavírus.

“A vacinação extra muros se configura em uma modalidade factível para minimização de riscos de transmissão do Covid19, portanto, recomenda-se, além da vacinação nas unidades de saúde, a vacinação em ambientes de trabalho, vacinação em drive thru e espaços abertos, entre outras estratégias”, explica Vânia Rebouças, acrescentando que a vacina tríplice viral deverá ser administrada em todos os adultos da faixa etária preconizada, independente da situação vacinal apresentada, isto é, mesmo que esses adultos tenham esquema completo de vacinação contra o sarampo devidamente comprovado no cartão de vacinação, deverão receber outra dose da vacina tríplice viral.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Newsletter:
Assine e receba nossas notícias no seu e-mail: