×

ICÔNICO. Do provisório ao improviso

Quando um ponto de ônibus vira signo de um governo.

Opinião.

As três imagens acima mostram o ponto de ônibus da praça Coronel Pessoa, no Centro, um dos mais movimentados de Ilhéus.

Primeiro, em 2017, a prefeitura substituiu o abrigo de passageiros por toldos alugados. A solução deveria ser provisória, porém, durou mais de três anos.

A menos de dois meses da eleição do próximo dia 15, a prefeitura instalou o abrigo novo, que caiu, porque a instalação foi mal feita. Agora, novo improviso: duas hastes foram usadas para escorar a cobertura do ponto.

Na tradição da semiótica, a ciência dos signos, o ícone conserva uma semelhança inconfundível com o ente que ele re-presenta. Ou seja, a representação iconográfica mantém os traços da coisa representada.  No caso das imagens acima, elas são icônicas em dois sentidos. Primeiro, representam a coisa em si: o ponto de ônibus da praça Coronel Pessoa.

Segundo, representam, como uma síntese, a trajetória do governo Mário Alexandre do início ao fim: do armengue provisório à escora improvisada.

1 Comment

  1. Mohammad

    22 de outubro de 2020 at 14:45

    Apropriado ao momento político. Não sabemos de onde vem tanto altruísmo e amor ao próximo que faz o Marão pleitear reeleição para ser vir ao povo, tanto quanto a uma quase dezena de outros candidatos ao mesmo cargo. É lindo ver como nós, eleitores, somos tão amados. Esse “icônico” abrigo de ônibus me faz relembrar as armadilhas pra pegar porcos catetos e javalis lá nos pampas. Aqui no nordeste usa-se à semelhança as delicadas e quebradiças “arapucas” pra pegar nambus e rolinhas enormes. É lindo e reconfortante.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Newsletter:
Assine e receba nossas notícias no seu e-mail: