×

Prefeitura autorizou estação elevatória de esgoto na praça do Pontal, informa vice-prefeito

Do Blog do Gusmão.

Quadra esportiva da Praça São João Batista, no Pontal, onde, segundo o vice-prefeito de Ilhéus, a prefeitura permitiu a instalação de estação elevatória de esgoto da Embasa.

Segundo informações do vice-prefeito de Ilhéus, José Nazal, o poder executivo municipal, por meio da secretaria de meio ambiente, autorizou a construção de uma estação elevatória de esgoto na Praça São João Batista, no bairro Pontal. Após insistentes pedidos da Embasa, a PMI liberou a obra que poderá ser iniciada ainda neste ano. Nazal revela ter dito “não” à empresa de água e saneamento quando foi secretário de desenvolvimento sustentável (de janeiro de 2017 a abril de 2018).

Segundo Nazal, a prefeitura percebeu que o equipamento será mal recebido pelos moradores do Pontal e, por isso, suspendeu momentaneamente a autorização que poderá ser liberada numa data conveniente.

A comunidade do Pontal utiliza a Praça São João Batista como área de lazer. Ao longo de muitos anos os pontalenses têm demonstrado forte senso de pertencimento com o espaço público que abriga lojas de alimentação (lanches), quadra poliesportiva e eventos da Igreja Católica.

1 Comment

  1. Mehmed

    14 de novembro de 2020 at 13:20

    Essa atitude assemelha-se àquela de quando alguém famoso, poderoso e rico, ao construir sua bela mansão opta por colocar a fossa séptica dos seus dejetos sob a varanda da casa popular do seu vizinho. É lindo, não fosse o utilitarismo instrumentalista extremamente individualista e perverso. Fica o alerta aos nossos tranquilos moradores do Pontal. Quando for à missa, novena, levar as crianças para brincar na praça, não esqueçam: levem equipamentos para mergulho, máscaras, tanques de ar, válvulas mistral , etc… Ah não é necessários pés de patos e roupas de neoprene; já basta as grandes orelhas de ovinos. Desculpem-me, é que eu morei muitos anos no pontal e, não obstante ao comércio alcoólico e as noites barulhentas, ainda gosto deste bairro outrora aprazível e da gente pacífica de outrora.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Newsletter:
Assine e receba nossas notícias no seu e-mail: