Quem irá pagar o transporte coletivo dos alunos do Colégio Padre Luís Palmeiras, em Ilhéus

Publicado em 25/01/2017
Palavras-chaves: , ,

O Colégio Padre Luís Palmeiras, no Pontal, abriga hoje inúmeros estudantes de bairros circunvizinhos. Com o progresso e a construção da nova ponte, há um risco iminente de que o espaço seja demolido.

Em nota, o Governo do Estado diz que o terreno do colégio foi desapropriado para a construção da Ponte Ilhéus-Pontal, mas que os estudantes matriculados na unidade escolar poderão solicitar transferência para o Colégio Estadual Moyses Bohana, para o Colégio Estadual Professora Horizontina ou qualquer outra escola da rede municipal ou estadual de ensino.

A maioria dos estudantes daquela unidade escolar é de baixa renda e muitos terão que pagar R$ 3,10 de transporte coletivo para chegarem aos novos locais de ensino. O Governo Marão até o momento não se manifestou sobre o assunto. Vale lembrar que o Clube Social do pontal está abandonado e, se revitalizado em caráter de urgência, poderá abrigar os alunos do Padre Luís Palmeiras. Uma audiência entre membros do Pontal Criativo e o vice-prefeito, José Nazal, para discutir o futuro do clube, aconteceu ontem (24) lembre aqui.

Opinião do Ilhéus Comércio: Há uma queixa geral no município de Ilhéus em relação ao preço do transporte público, que foi reajustado há pouco tempo. Diversos setores da sociedade cobram uma resposta por parte do novo governo e até agora não foram atendidos. Em tempos de crise, uma cidade como Ilhéus não pode impor que estudantes da rede pública sejam prejudicados por conta da falta de articulação entre os poderes. A pergunta que fica no ar: quem vai pagar o transporte coletivo dos alunos?

Deixe uma resposta

Newsletter:
Assine e receba nossas notícias no seu e-mail:

REDES SOCIAIS: